GNR apreende armas a homem acusado de violência doméstica

Militares da GNR apreenderam várias armas de fogo. Suspeito já é arguido no processo-crime.

O Comando Territorial de Coimbra da GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, apreendeu várias armas de fogo e diversas munições a um homem de 46 anos acusado de violência doméstica, foi esta quinta-feira anunciado.

Segundo a GNR, em comunicado enviado à agência Lusa, a apreensão decorreu no concelho de Coimbra, na terça-feira, no âmbito de um mandado de busca domiciliária. A busca visou um homem acusado de agredir física e psicologicamente a mulher, de 45 anos, ao longo de 25 anos, e de a ter ameaçado de morte com recurso a armas de fogo.

No domicílio, os militares apreenderam três espingardas, duas armas de ar comprimido, uma pistola calibre 6,35mm, uma arma de alarme calibre 8mm, 124 cartuchos e munições de diversos calibres, 38 munições de diversos calibres e oito caixas de chumbos e cartuchos de diversos calibres.

De acordo com a GNR, o suspeito já é arguido no processo-crime e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Coimbra.

Exclusivos