Castelo Branco. Dez reclusos fazem buraco na parede para fugir

No momento da tentativa de fuga estavam de serviço apenas cinco guardas, denuncia o Sindicato Independente da Guarda Prisional

Dez reclusos tentaram escapar da cadeia de Castelo Branco ao início da noite de sábado. Os homens, que estavam todos na mesma camarata, fizeram um buraco na parede mas foram intercetados pelos guardas que impediram que posteriormente ocorresse uma fuga.

De acordo com Júlio Rebelo, do Sindicato Independente da Guarda Prisional, não se sabe ainda com que meios os reclusos fizeram o buraco. Mas explica que poderão tê-lo tapado, por exemplo, com uma cama.

O dirigente sindical alerta para o facto de o Estabelecimento Prisional de Castelo Branco ter um contingente reduzido de guardas, o que impossibilita a realização de rusgas mais eficazes. "No momento em que os reclusos foram intercetados, estavam apenas cinco guardas de serviço e teve que ser chamado reforço", disse Júlio Rebelo. A cadeia acolhe cerca de 400 prisioneiros.

O diretor-geral de Reinserção e Serviços Prisionais, Rómulo Augusto Mateus, deslocou-se esta manhã à cadeia para se inteirar da situação e prestar solidariedade à direção da cadeia. Fonte deste organismo considera exagerado falar em "tentativa de evasão", uma vez que ainda estavam no processo de abrir o buraco.

Um mês agitado para o novo diretor-geral

Rómulo Augusto Mateus tomou posse há menos de um mês e, neste curto espaço de tempo, já teve que lidar com uma situação polémica: os reclusos de Paços de Ferreira filmaram uma festa de aniversário que divulgaram nas redes sociais, o que levou mesmo à demissão da diretora do estabelecimento Maria Fernanda Monteiro da Cunha Barbosa. Depois disso, os detidos transmitiram outro vídeo em direto no Facebook onde aparecem a fumar drogas.

Na sequência da festa de aniversário de um traficante de droga transmitida na redes sociais, realizou-se uma rusga na cadeia onde foi encontrado material ilícito, como telemóveis, droga e seringas.

"Da busca, terminada às 5.30 horas de hoje, dia 15 de fevereiro, resultou a apreensão de 79 telemóveis, 20 ampolas de anabolizantes, 8 seringas, 1 balança de precisão, 1 passaporte, 2 pares de luvas de luta MMA, 6 plastrons, 1 alambique artesanal, 2 baldes de fruta fermentada, centenas de comprimidos diversos, 45 maços de tabaco, 6 caixas de tabaco avulso, 98 g de uma substância que se presume ser haxixe, 20 gramas de uma substância que se presume ser heroína e 1 grama de uma substância que se presume ser cocaína", revelava a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais em comunicado.

De acordo com a informação oficial disponibilizada na internet, o bloco prisional é constituído por quatro pisos. No primeiro piso encontra-se a sala de visitas, bem como a copa e o pátio/recreio, no segundo piso existe o espaço adaptado a ginásio, a barbearia, a sala de formação, de culto e os gabinetes de atendimento. No terceiro piso estão as camaratas, a biblioteca, a cela disciplinar, a sala de convívio e um bar. No quarto piso da cadeia existem celas (ala nascente), camaratas (ala poente) e também uma cela disciplinar, uma cela de habitação e separação, bar e duas salas de convívio.

Ler mais

Exclusivos