Aeronave aterra na A12: "Piloto evitou situações mais graves"

Uma aeronave ligeira aterrou esta tarde na A12, na zona de Pinhal Novo, Setúbal, e colidiu com dois carros que circulavam na via. Comandante de Setúbal diz que aterragem no separador central evitou situações mais graves.

O alerta do acidente foi dado às 15:26. Uma aeronave chocou com três viaturas na A12, dois seguiam de sul para norte, e um de norte para sul, mas não causou feridos graves. No local estiveram vários 19 operacionais, entre bombeiros e elementos do INEM, GNR, Brisa e seis viaturas.

Segundo confirmou ao DN o comandante do CDOS de Setúbal, há dois feridos, um deles ligeiro, o outro foi avaliado no local por uma equipa do INEM e seguiu para o Hospital de Setúbal.

No Twitter, alguns utilizadores partilharam imagens do momento da aterragem:

O comandante Ilídio Oliveira referiu também ser desconhecido ainda o motivo que levou o piloto da aeronave a aterrar no separado central da A12 junto a localidade de Pinhal Novo, mas com "esta manobra o piloto evitou situações mais graves. Teria sido certamente mais complicado se tivesse aterrado noutro local".

O acidente vai ser agora investigado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF). Fonte deste gabinete já afirmou terem sido notificados da ocorrência e que uma equipa de investigadores irá para o local.

A aeronave ligeira tinha saído perto das 15:00 do aeródromo de Vendas Novas e seguia com destino à Tojeira, em Sintra.

O trânsito continua condicionado no local nos dois sentidos pelo menos até à remoção da aeronave.

Exclusivos