Covid-19. Surto em Mora infeta 39 pessoas e deixa vila "deserta" com comércio fechado

O número de casos confirmados de covid-19 subiu para 39 na vila alentejana de Mora, onde as ruas continuam "desertas", tal como os cafés e restaurantes que estão fechados, segundo o presidente da câmara.

Uma semana após a deteção do surto de covid-19 na comunidade local, as autoridades de saúde reportaram a confirmação de 39 casos positivos com três pessoas a continuarem hospitalizadas, incluindo uma em cuidados intensivos, disse este domingo o presidente do município de Mora (distrito de Évora), Luís Simão, à agência Lusa.

O surto na vila de Mora surgiu há precisamente uma semana, no dia 9 deste mês, quando foram confirmados os primeiros três casos positivos na comunidade, número que foi subindo, todos os dias, à medida que foram sendo testados os contactos de pessoas infetadas.

A câmara ativou o Plano Municipal de Emergência para lidar com este surto e fechou, no início da semana passada, os serviços de atendimento ao público e outros equipamentos, como a Oficina da Criança, a Casa da Cultura, o Centro de Atividades de Tempos Livres e instalações desportivas.

Ao longo da última semana, segundo o relato do autarca local, foram fechando cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, com a população confinada em casa, por precaução.

"As ruas da vila estão praticamente desertas. Ontem [sábado] fui à câmara e só encontrei a bomba de gasolina aberta", contou Luís Simão à Lusa, admitindo "muitos prejuízos" para o comércio da terra, localizada junto à Estrada Nacional (EN) 2.

Nesta altura do ano, os restaurantes costumavam estar "sempre cheios à hora de almoço", lembrou o presidente da câmara, contando que o surto veio fechar os estabelecimentos, havendo casos de proprietários e funcionários infetados.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG