Costa portuguesa em alerta amarelo devido à agitação marítima

São previstas ondas que podem atingir os cinco metros de altura em dez distritos de Portugal Continental. Madeira está sob efeito da depressão Clement, devendo a situação piorar esta segunda-feira.

Dez distritos de Portugal continental estão este domingo sob aviso amarelo, devido à agitação marítima, podendo em alguns locais as ondas atingir os cinco metros de altura, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em causa estão os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, adianta o IPMA, em comunicado.

O alerta do IPMA compreende o dia de hoje, mas em alguns distritos prolonga-se até terça-feira, como é o caso da costa sul do distrito de Faro.

Na maioria dos distritos, sob aviso amarelo, é expectável a formação de ondas que poderão atingir os cinco metros de altura.

No geral, este domingo, são esperados aguaceiros," podendo ser de granizo e acompanhados de trovada". Há ainda "possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela" e "vento por vezes forte nas terras altas.

Nos Açores, só o grupo ocidental não está sob alerta. O grupo central está sob alerta amarelo, devido não só à agitação marítima mas também ao vento, sendo que no grupo oriental o alerta é laranja, por causa da agitação marítima.

Depressão Clement

O arquipélago da Madeira está também em alerta por causa do vento, da chuva e da agitação marítima, sendo que na costa norte e no Porto Santo esta última obriga a alerta laranja.

A culpa é da depressão Clement, devendo os efeitos desta tempestade prolongar-se até quarta-feira.

Neste período, estão previstos aguaceiros por vezes fortes, acompanhados de trovoada, bem como vento de sudoeste com rajadas que podem atingir os 115 quilómetros/hora nas zonas altas.

No mar, as ondas podem atingir uma altura máxima de 12 metros na costa norte e de oito metros na costa sul.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a depressão Clement formou-se durante o dia 27 de novembro a noroeste da Península Ibérica e os seus efeitos serão sentidos essencialmente no arquipélago da Madeira, prevendo-se o agravamento das condições meteorológicas a partir da tarde deste domingo.

Na sequência do aviso de mau tempo, a Capitania do Porto do Funchal emitiu hoje um comunicado, em que recomenda que os proprietários ou armadores das embarcações tomem as devidas precauções para que estas permaneçam nos portos de abrigo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG