As epidemias preguiçosas da modernidade

Num país atrasado como era Portugal no tempo do anterior regime era normal que as novidades fossem um sinal da modernidade a que os portugueses não tinham acesso e, portanto, estivessem muito disponíveis para abraçar. Fazer bandas como as dos Beatles mesmo que os discos deles só chegassem meses depois, por exemplo. Após a Revolução de Abril, ao olharem para as fotografias dos revolucionários, todos os homens deixaram crescer os cabelos e as barbas desordenadamente como as de Che Guevara e Fidel, por exemplo. Quando chegaram os CD, 99% abandonarem o vinil em pouco tempo, depois o MP3 e os downloads, por exemplo...

Nenhuma destas modas rapidamente abraçada pelos portugueses foi eterna. O melhor exemplo é este último, num tempo em que o vinil é recuperado a todo o custo do caixote do lixo e muitos jovens descobrem que o disco tinha uma forma redonda - em vez de um chip -, que era feito de acetato - por norma de cor preta -, que tinha espiras onde a agulha penetrava e o amplificador descodificava esses sons.

O melhor exemplo destas modas rapidamente abraçadas é uma das mais recentes, a que invadiu as ruas de Lisboa, entre outras localidades: um rebanho de trotinetas e de bicicletas! A ideia é boa, a autarquia aproveitou a imensa vontade das pessoas em deixar a cidade mais livre de carros e o panorama viário mudou. Tornaram-se uma boa epidemia, em que pessoas de todas as idades cruzam a capital de um lado para o outro. Mas, se pensarmos um pouco, esta é uma epidemia preguiçosa e para preguiçosos. Afinal, os utentes das trotinetas e das bicicletas só se tornaram grandes adeptos desta utilização porque o esforço é pequeníssimo nas trotinetas e quase nenhum nas bicicletas, nas quais basta arrancar e logo a bateria se encarrega de fazer andar o veículo de duas rodas - nas trotinetas é só acelerar.

Se não fosse fácil e sem esforço, todos estes atletas que agora percorrem a cidade como amigos do ambiente nunca teriam embarcado nesta proposta. Isso é mais do que certo!

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG