As bitcoins desta vida

Cristiano Ronaldo vai construir um hospital pediátrico em Santiago do Chile, em 2020. A frase anterior é documento, verdade verdadinha. Só pode. Publicada pela Efe, citando a Brafman Associates e referindo o empresário italiano Alessandro Proto. A Efe é a agência espanhola de notícias, a Brafman Associates é firma de advogados nova-iorquina e Alessandro Proto é o sócio do nosso CR. Bate tudo certo. Santiago também, fica entre Valparaíso e Rancagua - Chile, portanto, Santiago do Chile. E 2020 está certo com o "vai construir": fica no futuro. E, cereja em cima do bolo, trata-se de "hospital pediátrico": CR, quando não está com bola, é vê-lo com crianças à volta, os filhos. A frase inicial é notícia. Mais, eu quero que essa notícia seja como deve ser: que o Cristiano ofereça o hospital! Às crianças. Publiquem, é lindo! Mas o sócio também oferece ou para ele é só negócio? Deixa ver, Alessandro Proto, Alessandro... cá está, é mesmo sócio do CR. O futebolista até quis participar no filme de Martin Scorcese The Manipulator, sobre a vida do Alessandro Proto. Este é que não quis que o CR entrasse. Ou foi o Scorsese? O CR até recebeu uma indemnização de milhões... Veio em tudo que eram jornais da bola. Por falar nisso, nunca mais ouvi falar do tal filme do Scorsese. Queres ver... Deixa pesquisar melhor... O CR afinal não é sócio do Proto. Afinal este encosta-se a famosos e dá notícias sobre amizades e negócios que não tem. E se tudo... Olha, é mesmo, última hora: o CR desmente a notícia do hospital pediátrico. E que não tem nada a ver, "nem negócios", com o famoso Alessandro. Ora, ora, não há fumo sem fogo: Santiago é no Chile. Publique-se.

Exclusivos