Então o que passa com a Europa?

Vivemos momentos de profundas mudanças, incertezas e grandes constrangimentos em todos os nossos segmentos de actividade.

Como foi possível chegar até aqui, é uma questão que a história nos ajuda a enquadrar, mas não ter interpretado os sinais, uns mais evidentes do que outros, que algo estaria para acontecer, sem pró-activamente antecipar factos que eram previsíveis, será igualmente objecto de reflexão futura.

Perante a tragédia que estamos todos a viver, temos de defender os valores, os pilares da vida humana em democracia, liberdade e solidariedade e coesos.

Estando fora da Europa tenho acompanhado diariamente as notícias, e diariamente em diversos contextos de conversa, me colocam a mesma pergunta :

Então o que passa com a Europa?

Estando fora, conseguimos ter algum distanciamento e entender a visão destas pessoas, e que seguramente será uma pergunta em que todos devemos pensar, num intervalo das excelentes peças jornalísticas que os media nos têm assegurado, e com enorme coragem.

O actual conflito fez cair a fragilidade da União Europeia em diversos sectores, sendo a referência maior a Energia.

É o momento de diversificar e alargar o suprimento das necessidades de fornecimento de gás, e perceber e defender na UE, que Portugal tem infraestrutura única para se afirmar como plataforma portuária, na estratégia para Europa.

O Porto de Sines como entrada e distribuição para Europa, revela mais uma vez como o Mar é o maior desígnio e afirmação de Portugal no Mundo.

Em Doha, no Qatar, desenvolvem-se contactos, para construir estratégias, parcerias e sinergias entre a Europa e o Qatar, sendo este um tema igualmente importante para Portugal, num momento tão marcante da história.

E por aqui continua-se afincadamente a trabalhar 24 horas por dia, para entregar um Mundial de Futebol 2022 de Excelência, e nós aguardamos com confiança as vitórias e qualificação da nossa Seleção, Inshallah!

Nuno Anahory

Presidente Forum Portugal Qatar

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG