Wuhan prepara-se para testar um Portugal inteiro em 10 dias

Autoridades pediram às várias regiões administrativas da cidade que definam um plano para testarem, em dez dias, toda a população - cerca de 11 milhões de pessoas. No conjunto, um número superior a toda a população portuguesa.

As autoridades de Wuhan, a cidade chinesa onde teve início o surto de covid-19, estão a definir um plano para testar toda a população, num total de 11 milhões de pessoas. De acordo com a BBC, que cita os media locais, foi pedido às várias regiões administrativas da cidade que apresentem um plano para testar todos os habitantes que vivem em cada um destes territórios, o que deve ser feito num espaço de tempo de dez dias.

Os alarmes voltaram a soar em Wuhan no último fim de semana depois de terem sido detetados seis novos casos de covid-19. Desde 3 de abril que não se registavam novas infeções na cidade, que viveu em estrito confinamento durante 11 semanas e voltou a sair à rua há cerca de um mês, a 8 de abril.

De acordo com o chinês The Paper, citado pelo BBC, cada região administrativa de Wuhan deve entregar o plano até ao meio dia desta terça-feira, priorizando os mais velhos e as áreas mais densamente povoadas, no que é descrito como uma "batalha de dez dias".

Vários responsáveis médicos já apontaram dúvidas a esta solução, considerada demasiado cara e, sobretudo, inexequível.

Os casos registados no fim de semana terão começado com um homem de 89 anos, assintomático, que terá sido o foco de contágio das restantes cinco pessoas. Um pequeno surto, para já, mas que veio disseminar o medo de uma segunda vaga da doença na cidade, uma situação que as autoridades de Pequim querem evitar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG