Vinte mortos em ataque a templo sufista no Paquistão

Responsável pelo ataque seria segurança no espaço e "mentalmente instável", dizem autoridades

Vinte pessoas morreram no sábado num templo sufista no Paquistão, num ataque provocado por um alegado segurança do espaço religioso, revelou a polícia paquistanesa.

De acordo com as autoridades, o vigilante e três alegados cúmplices foram detidos por terem assassinado vinte pessoas, com bastões e facas, num templo numa localidade próxima de Sargodha, na província de Punjab.

O presumível autor, Abdul Waheed, de 50 anos e "mentalmente instável", como referiram as autoridades, confessou o crime.

As autoridades estão a investigar possíveis rivalidades sobre o controlo do templo.

Além das vinte vítimas mortais, três pessoas ficaram feridas no ataque.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG