Universidade do Texas autoriza armas de fogo nas salas de aula

Republicanos em maioria no estado norte-americano decidiram e universidade é forçada a aplicar a norma

A Universidade do Texas autorizou o porte de arma mesmo dentro nas salas de aulas, após meses de controvérsia. A medida foi anunciada pelo presidente da instituição, Greg Fenves, referindo-se à decisão como "o maior desafio" da sua vida. Alunos, professores e funcionários só não poderão levar as armas para as residências de estudantes, eventos desportivos e laboratórios científicos.

"Não acredito que as armas tenham lugar na universidade", referiu o presidente da universidade, citado pela AFP. Fenves e a maior parte da comunidade universitária manifestaram a sua oposição a esta medida, que foi aprovada pelos dirigentes republicanos em maioria no estado do Texas.

O novo pacote legislativo, que prevê uma maior liberdade no uso e porte de arma, define que os texanos podem andar armados inclusivamente na via pública. Já as instituições públicas - entre as quais se conta a universidade - são obrigadas a aplicar as novas regras, ao contrário das organizações privadas, que podem decidir se autorizam ou não as armas no interior dos edifícios - a maioria optou por não as permitir.

"As armas não têm lugar numa instituição de ensino superior, cuja missão de investigação e ensino se baseia no debate e na liberdade de expressão", disse o reitor da universidade, William McRaven, um ex-militar que comandou a operação na qual foi morto Osama Bin Laden.

Já o único prémio Nobel que ensina na Universidade do Texas, o físico Steven Weinberg, garantiu que vai proibir os alunos armados de entrarem nas suas aulas, para manter a sua própria segurança e a dos restantes alunos.

Ironicamente, a medida deverá entrar em vigor no próximo dia 1 de agosto, em que se assinalam 50 anos do massacre no campus de Austin da Universidade do Texas: um antigo 'marine', Charles Whitman, matou 14 pessoas e feriu outras 30 naquele que foi um dos primeiros tiroteios numa universidade norte-americana.

A Universidade do Texas, que goza de elevado prestígio entre as instituições universitárias dos EUA, é uma das maiores do país. As várias faculdades do campus são frequentadas por mais de 200 mil estudantes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG