Um morto e quatro desaparecidos em temporal na Catalunha

Chuva intensa e vento forte estão a provocar muitos danos na região espanhola. Há muitas estradas cortadas e muitas localidades sem eletricidade. Mau tempo continua nas próximas horas.

O mau tempo na Catalunha já provocou um morto e há quatro pessoas desaparecidas, entre as quais uma mãe e o seu filho. Os bombeiros da Generalitat de Catalunha estão no terreno desde terça-feira à noite para tentar localizar os desaparecidos, após chuvas torrenciais assolarem a região espanhola.

Uma mãe e o seu filho foram arrastados por uma torrente de água em Vilaverd (Tarragona) e uma terceira pessoa desapareceu em Arenys de Munt (Barcelona). A Proteção Civil informou entretanto que um corpo sem vida foi localizado na praia de Caldes d'Estrac. As autoridades confirmaram que se trata de um homem de 75 anos, que estava desaparecida em Arenys de Munt.

Em declarações aos meios de comunicação, Miquel Buch, conselheiro do Interior do Governp Regional da Catalunha, lamentou a morte de uma pessoa no município de Arenys de Munt, em Barcelona, e declarou que estão em marcha dispositivos de busca para duas pessoas (mãe e filho) desaparecidas no município de Vilared e outros dois em L'Espluga de Francolí, ambas as localidades na província de Tarragona.

Vilaverd é um dos municípios mais afetados pela chuva intensa no território catalão. Conforme foi explicado pelo autarca Antoni Anglés, a mãe de 70 anos e o filho (40) estavam dentro do bungalow onde moram quando foram levados pelo dilúvio. Seis pessoas moravam naquela casa pré-fabricada localizada junto ao río Francolí.

As fortes chuvas fizeram com que até as 06:00 os telefones de emergência recebessem 2.339 pedidos relacionados com 1.631 incidentes causados pela tempestade de chuva, vento e mar agitado. Além disso, existem 39 estradas afetadas pelas inundações, muitas delas cortadas e falhas de energia a afetar 31.270 habitações na Catalunha.

A Agência Meteorológica do Estado espera chuvas fortes e persistentes nesta quarta-feira nas ilhas peninsulares e baleares no início do dia e, mais tarde, no leste da Cantábria. A depressão alta continuará a afetar grande parte do território espanhol com chuvas fortes.

As autoridades estimam que o caudal dos rios ainda permaneça com grande volume de água após estas intensas chuvas.

A Proteção Civil mantém o alerta de perigo e recomenda que as pessoas não se aproximem dos rios nesta região.

Atualizado às 11:45.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG