Um detido em Valência por alegado recrutamento de jihadistas

Marroquino recrutaria militantes para o Estado Islâmico através das redes sociais

A Policia Nacional espanhola deteve, em Valência, uma pessoa por alegada implicação em atividades de recrutamento, radicalização e promoção de jihadistas em várias redes sociais na Internet.

Em comunicado hoje divulgado, a Policia Nacional informa que o detido, de nacionalidade marroquina, estabeleceu um complexo esquema virtual destinado à difusão, justificação e enaltecimento do ideal jihadista do grupo radical Estado Islâmico, aliciando à colaboração com aquela organização terrorista.

Agentes da Brigada Provincial de Informação de Valência, com o apoio da Comissaria Geral de Informação da Policia Nacional espanhola, detiveram o suspeito, que, segundo o comunicado, mantinha contacto com um grande número de combatentes integrados no grupo radical Estado Islâmico, entre eles responsáveis destacados em operações em zonas de conflito, como o Iraque e a Síria.

A Policia considera que esta operação, supervisionada pelo Ministério Público espanhol, permitiu a desativação de um "perigoso elemento radicalizador e promotor de atividades de colaboração terrorista".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG