Tweets de Trump investigados por obstrução à justiça

Advogado que investiga interferência russa nas eleições dos Estados Unidos está a escrutinar mensagens e declarações negativas do presidente norte-americano sobre procurador-geral e antigo diretor do FBI

Tweets e declarações negativas de Donald Trump sobre o procurador-geral Jeff Sessions e o antigo diretor do FBI, James B. Comey, estão a ser escrutinadas pelo advogado Robert S. Mueller, encarregue de investigar a interferência russa nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em que o atual presidente norte-americano foi eleito, em 2016.

De acordo com o New York Times, que ouviu três pessoas informadas sobre o assunto, estão a ser examinadas declarações no Twitter que podem constituir, segundo os investigadores, uma tentativa de pressionar Sessions e Comey e consequentemente de obstrução à justiça.

Posto isto, Mueller quer questionar Trump sobre a sua interação com altos funcionários do governo sobre a investigação sobre a Rússia, declarações enganosas por parte da Casa Branca, ataques públicos e possíveis ofertas de perdão a potenciais testemunhas.

Entretanto, um dos principais advogados do presidente norte-americano negou qualquer tipo de tentativa de obstrução à justiça. "Se está a tentar obstruir a justiça, é melhor que o faças em silêncio e de forma secreta. Não publicamente", afirmou Rudy Giiliani, que acusa Mueller de procurar desesperadamente fazer cair Trump.

Leia aqui alguns dos tweets de Trump que estarão a ser escrutinados:

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG