Turquia chama diplomata dos EUA devido a um 'like' da embaixada no Twitter

A publicação do Twitter em causa mencionava a ausência do líder nacionalista aliado de Erdogan, recentemente hospitalizado.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia anunciou este domingo que convocou o encarregado de negócios dos EUA por causa do 'like' da embaixada norte-americana a uma publicação do Twitter sobre o líder nacionalista aliado de Erdogan que foi recentemente hospitalizado.

"O encarregado de negócios norte-americano foi convocado ao ministério para dar explicações claras e precisas sobre uma mensagem nas redes sociais", disse o Ministério, acrescentando que o embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) não se encontra este domingo em Ancara, capital da Turquia.

A conta oficial da Embaixada dos Estados Unidos fez no sábado 'like' num comentário da rede social Twitter no qual um internauta dizia que a Turquia deveria preparar-se para o período em que Devlet Bahceli, líder do Partido de Ação Nacionalista (MHP), estaria ausente da vida política. Em setembro, Bahceli, de 71 anos, foi brevemente hospitalizado.

No sábado à noite, a embaixada norte-americana pediu desculpas através do Twitter, dizendo que o 'like' foi feito por engano.

O MHP, que em 2018 fez uma aliança com o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), do Presidente Recep Tayyip Erdogan, também apoiou o AKP no referendo constitucional de 2017, destinado a estabelecer um regime presidencial forte na Turquia.

O embaixador dos EUA, David Satterfield, chegou à Turquia em 2019.

Durante dois anos, após a saída de John Bass em 2017, os Estados Unidos não destacaram embaixador para Ancara.

As relações entre os dois países são tensas, principalmente por causa do apoio dos Estados Unidos a uma milícia curda na Síria considerada "terrorista" por Ancara.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG