Turquia bombardeia Estado Islâmico em resposta a tiros de morteiro

Cerca de 60 obuses atingiram esta madrugada quatro posições do EI em Jarablos, segundo a CNN-Türk

A artilharia turca bombardeou hoje posições do grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria pelo segundo dia, em resposta a tiros de morteiro disparados contra o seu território, noticiam os 'media' turcos.

Dois morteiros atingiram a localidade turca de Karkamis (sudeste), perto da fronteira e mesmo em frente à cidade síria de Jarablos, tomada pelo movimento 'jihadista', indicou o canal televisivo CNN-Türk.

Cerca de 60 obuses atingiram às 03:30 (04:30 em Lisboa) quatro posições do EI em Jarablos, segundo o mesmo canal de televisão.

Os bombardeamentos têm lugar numa altura em que centenas de rebeldes sírios apoiados por Ancara preparam do lado turco da fronteira uma ofensiva para tomar Jarablos, de acordo com fontes rebeldes e a organização Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Na noite de segunda-feira, a artilharia turca tinha já bombardeado posições do PYD (Partido da União Democrática (PYD, a principal milícia curda na Síria) e o Estado Islâmico no norte da Síria, segundo a imprensa local.

As mesmas fontes indicaram que os alvos do EI visados encontravam-se em Jarablos e os do PYD em torno da cidade de Minbej.

O governo de Ancara acusa o PYD de organizar ataques em território turco em colaboração com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), movimento dos rebeldes separatistas curdos que Ancara qualifica como uma organização terrorista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG