Trump reforça critérios para atribuição de vistos

Determinados "grupos populacionais" poderão ser alvo de um escrutínio adicional

O Departamento de Estado norte-americano ordenou às embaixadas e consulados em todo o mundo a definirem critérios para determinados "grupos populacionais" que poderão ser objeto de um escrutínio extra antes de obterem vistos para entrar nos EUA.

A diretiva foi enviada para que os funcionários oficiais cumpram a ordem executiva do Presidente Donald Trump sobre imigração, entretanto suspensa, e que restringe a concessão de vistos de entrada nos EUA a migrantes e cidadãos de seis países muçulmanos.

A nota oficial, de acordo com a agência noticiosa Associated Press (AP), não especifica o que se entende por "grupos populacionais".

A diretiva também refere que as missões dos EUA no exterior devem analisar as contas nas redes sociais dos requerentes de vistos suspeitos de ligações com grupos terroristas ou que tenham estado em regiões controladas pelo grupo jihadista Estado Islâmico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG