Trump olhou diretamente para o sol durante eclipse

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, observou hoje o eclipse solar que atravessou o país de costa a costa numa das varandas da Casa Branca, mas fê-lo sem óculos protetores durante uns segundos, inundando as redes sociais.

Apesar da insistência dos especialistas e da Agência Espacial Norte-Americana (NASA) para todos seguirem as instruções e observarem com proteção adequada o espetáculo, devido ao elevado risco de sofrer graves danos oculares, o chefe de Estado ignorou os conselhos e expôs os olhos aos raios do Sol em Washington, oculto pela lua em 81% naquele ponto do país.

A decisão do magnata de admirar o eclipse sem proteção valeu-lhe as críticas de numerosos utilizadores da rede social Twitter, por não seguir as indicações e dar o exemplo aos concidadãos.

Acompanhado do filho mais novo, Barron, e da primeira-dama, Melania Trump, o multimilionário assistiu ao fenómeno astronómico único, já que a última vez que ocorreu algo assim no território continental dos Estados Unidos foi há quase um século.

O acontecimento demorou uma hora e meia a percorrer o céu, da costa do Pacífico, onde começou, às 10:15 locais (18:15 em Lisboa), à do Atlântico, onde terminou pelas 14:45 locais (19:45 de Lisboa).

Exclusivos