Trump ameaça agir sozinho sobre a Coreia do Norte

O presidente dos EUA declarou estar disponível para agir sozinho no controlo de armas nucleares da Coreia do Norte, se a China não resolver o assunto.

"Ou a China decide ajudar-nos com a Coreia do Norte ou não o faz", disse Donald Trump este domingo, num entrevista ao Financial Times (acesso pago). "Se o fizerem, isso vai ser muito bom para a China. Se não o fizerem não vai ser bom para todos".

Com um encontro marcado para receber o presidente da China, Xi Jinping, esta semana, o presidente dos EUA pretende levar o assunto para a mesa de debate.

A administração Trump tem-se mostrado, repetidamente, preocupada com a ameaça nuclear vinda da Coreia do Norte.

Trump adiantou ainda na entrevista saber que a China tem grande influência na Coreia do Norte e que pretende usar os acordos comerciais para convencer a China a resolver a situação no país.

Questionado se poderia resolver a contenda com a Coreia do Norte sem a China, o presidente dos EUA afirmou: "totalmente".

O governo norte-coreano afirmou ter realizado testes nucleares em setembro e a Coreia do Sul confirmou explosões.

Já este ano foram disparados vários mísseis e foi confirmado pelos serviços norte-americanos que Pyongyang pode usar um rocket.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG