Três suspeitos dos ataques de ano novo identificados

Ministro do Interior estadual anunciou ao final da manhã os progressos na investigação

Três pessoas alegadamente ligadas aos ataques sexuais contra cerca de 100 mulheres na noite de passagem de ano em Colónia, Alemanha, foram identificadas, anunciou ao final da manhã de hoje o ministro do Interior do estado da Renânia do Norte Vestefália, Ralf Jäger.

Numa conferência de imprensa, o governante recusou dar mais detalhes acerca dos suspeitos para não comprometer a investigação policial.

Na terça-feira, a polícia tinha admitido que não havia detenções na sequência deste caso que chocou a Alemanha: na noite de passagem de ano cerca de 100 mulheres foram atacadas junto à catedral de Colónia.

A alegada inação da polícia nessa noite foi alvo de muitas críticas, até porque num comunicado divulgado no dia 1 de janeiro, em que fazia um balanço da noite de fim de ano, garantia não ter havido incidentes.

A autarca de Colónia também não escapou às críticas, depois de ter proposto um código de conduto às mulheres para prevenir este tipo de ataques.

Henriette Reker sugeriu às mulheres que fiquem a um braço de distância de estranhos, que se mantenham junto do seu grupo e, em caso de emergência, peçam a transeuntes ajuda ou para serem testemunhas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG