Tiroteios no Michigan fazem seis mortos. Suspeito está preso

A polícia ignora para já os motivos que levaram o autor a efetuar os disparos, em três ataques ao longo de quatro horas

A polícia do Estado norte-americano de Michigan deteve o presumível autor de tiroteios que ocorreram na noite passada na cidade de Kalamazoo, em três parques de estacionamento, e que resultaram em pelo menos seis mortos.

O primeiro ataque ocorreu às seis da tarde de sábado, no estacionamento de um complexo de apartamentos - uma mulher, que estava acompanhada por três crianças, foi baleada quatro vezes. Horas depois, às 22.00, a polícia foi chamada a um concessionário de venda de automóveis, onde duas pessoas foram mortas a tiro e uma terceira ficou ferida. E cerca de 15 minutos depois o mesmo homem terá sido responsável por outro ataque, no parque de estacionamento de um restaurante, que fez quatro mortos.

Um responsável da polícia, David Hines, anunciou a detenção do suspeito, informou a cadeia televisiva Woodtv, associada à CNN. O detido, um homem de 45 anos de idade e natural de Kalamazoo, a este de Chicago, está a ser interrogado sobre os três tiroteios, segundo o agente policial. David Hines revelou que o detido e o carro em que este viajava ajustam-se à descrição feita por testemunhas sobre o autor dos disparos e o veículo em que inicialmente se deu a fuga.

Entretanto, um funcionário do gabinete do xerife Paul Matyas revelou que foi encontrada uma arma no carro do suspeito e que o autor do massacre disparou de forma aleatória na direção de pessoas que se encontravam em três lugares diferentes.

A polícia ignora para já os motivos que levaram o autor a efetuar os disparos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG