12 mortos no incêndio mais mortal de Nova Iorque em 25 anos

Pelo menos 12 pessoas morreram num incêndio num edifício de apartamentos no Bronx, em Nova Iorque, disse hoje o presidente da câmara daquela cidade norte-americana, Bill de Blasio.

O autarca democrata Bill de Blasio, afirmou, numa declaração à imprensa no local do incêndio, que esta é a pior tragédia a que aquele bairro, Bronx, assiste e o incêndio mais mortal em Nova Iorque nos últimos 25 anos.

Além das 12 vítimas mortais, pelo menos quatro residentes do prédio com ferimentos graves estavam a lutar pelas suas vidas.

O incêndio deflagrou pelas 19:00 de quinta-feira (00:00 de hoje em Lisboa), num prédio de cinco andares localizado perto do jardim zoológico do Bronx. A causa do fogo não é ainda conhecida.

O comissário dos bombeiros Daniel Nigro considerou o fogo "histórico na sua magnitude", devido ao número de vidas perdidas. Cerca de 170 bombeiros combateram as chamas, que deflagraram antes das 19:00, e resgataram uma dúzia de residentes do edifício.

Um dos mais mortíferos recentes incêndios no Bronx remonta a 2007, quando um fogo provocado por um aquecedor causou a morte de nove crianças e de um adulto.

Exclusivos