EUA identificam "potenciais preparativos" de ataque químico

"Se o Presidente sírio, Bashar al-Assad, lançar um novo ataque ele e o seu exército vão pagar caro", disse porta-voz da Casa Branca

Os Estados Unidos afirmaram, na segunda-feira, ter identificado "potenciais preparativos" por parte do regime sírio para o lançamento de um novo ataque com armas químicas.

Os Estados Unidos "identificaram potenciais preparativos para um outro ataque com armas químicas por parte do regime sírio", "que poderá resultar no massacre de civis, incluindo crianças inocentes", afirmou o porta-voz da Casa Branca Sean Spicer.

"Se o Presidente sírio, Bashar al-Assad, lançar um novo ataque ele e o seu exército vão pagar caro", indicou, num comunicado divulgado na noite de segunda-feira.

Sean Spicer afirmou que as atividades detetadas, sobre as quais não facultou detalhes, "são idênticas" às que precederam o ataque químico de 04 de abril.

Os Estados Unidos responsabilizaram o regime e retaliaram, dias depois, com o disparo de 59 mísseis "Tomahawk" contra a base aérea síria donde terão partido os aviões que lançaram armas químicas sobre Khan Sheikhun, na província de Idlib, uma região controlada maioritariamente pelos rebeldes e fações islâmicas, no noroeste da Síria.

O Governo de Damasco e a oposição culparam-se mutuamente pelo ataque que fez mais de 80 mortos e centenas de feridos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG