Será Doug Ford o Donald Trump canadiano?

Apesar de muitas semelhanças, alguns especialistas identificam diferenças. Irmão do polémico Rob Ford, prepara-se para ser eleito governador de Ontário

Doug Ford é um homem de negócios que embora seja filho de um empreendedor tem um discurso marcado por frases contra as elites e o atual contexto político canadiano. Irmão de Rob Ford, o polémico ex-mayor de Toronto que morreu em 2016 e esteve envolvido em várias controvérsias, sobretudo pelo consumo de álcool e drogas, Doug Ford é agora o principal favorito ao cargo de governador da província de Ontário, no Canadá.

Pelo seu estilo e por alguns detalhes e estilos da sua retórica, muitos dizem que o conservador Doug Ford poderá ser uma espécie de Donald Trump canadiano, o que levanta também a questão: terão os ideais que marcam e levaram Trump ao poder viajado para norte?

As eleições em Ontário estão marcadas para junho e tudo indica que, em termos pelo menos de discurso e linha política, sigam as mesmas linhas que os sufrágios do Quebec e de Alberta, onde ideais anti-elites e algumas dúvidas sobre a imigração marcaram o debate.

Uma pessoa que efetivamente compara Doug Ford a Donald Trump é Kathleen Wynne, atual líder da província: "Doug Ford soa como Donald Trump e isso é porque ele é como Donald Trump. Ele acredita numa feia e viciosa política que se assenta em mentiras. Ele dirá qualquer coisa sobre qualquer pessoa a qualquer hora".

Wynne tenta com estes comentários capitalizar na comparação de Doug Ford com o atual Presidente dos EUA, como explica o Guardian, mas especialistas divergem na opinião relativamente à veracidade da analogia. O jornal britânico ouviu pessoas que realçam a semelhança "populista" entre os dois discursos, mas Emmett Macfarlane, da Universidade de Waterloo, refere que "Doug Ford não é explicitamente racista ou xenófobo", em comparação com Trump.

Esta "ausência" no discurso poderá ter como razão o facto de 22% dos cidadãos do Canadá serem imigrantes ou com a ligação de Doug Ford a Toronto, uma das cidades mais multiculturais do planeta. Tentou, inclusivamente, ser mayor de Toronto em 2014, mas não conseguiu a eleição. No entanto, refere também o Guardian, teve bastante apoio em vários bairros, o que sugere que o seu discurso ecoa em algum do eleitorado que se sente desligado do resto da sociedade canadiana. Aqui, inclusivamente, estão imigrantes e minorias.

Um dos que aplaudiu Trump aquando da eleição, Doug Ford tenta demarcar-se do Presidente dos EUA desde há uns tempos.

A comparação com o irmão Rob Ford também acontece várias vezes, existindo também acusações e suspeitas relacionadas com drogas. Neste caso, que terá vendido haxixe durante vários anos na década de 80.

Outros especialistas ouvidos pelo diário britânico realçam também uma espécie de "tempestade perfeita" para que Ford consiga a eleição. Os ingredientes desta tempestade vão desde o sistema eleitoral até ao concorrente às eleições internas ser arrastado para um caso de má conduta sexual. Não é de descurar, também, a atual queda de popularidade dos liberais, que têm governado a região.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG