Seis milhões de norte-americanos têm água contaminada com chumbo

Investigação do 'USA Today' assinala 2000 redes de distribuição de água nos Estados Unidos com uma taxa de chumbo superior ao recomendado

Cerca de seis milhões de norte-americanos bebem ou vivem com água contaminada com chumbo, referiu a sua edição de hoje o diário USA Today.

O jornal refere-se a 2000 redes de distribuição de água nos Estados Unidos com uma taxa de chumbo superior às normas recomendadas pela Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos Estados Unidos.

Entre estas 2000 redes, 350 estão dirigidas para escolas e creches, e 180 são consideradas omissas nas advertências aos consumidores.

A água analisada numa escola de ensino básico do Maine apresentou uma taxa de chumbo 42 vezes mais elevada face ao limite recomendado pela EPA. Num outro estabelecimento de ensino na Pensilvânia, a taxa era 14 vezes mais elevada que a norma da EPA.

Esta investigação surgiu após um escândalo de água contaminada com chumbo em Flint, no Michigan (norte).

Em Flint, economicamente devastada pelo encerramento de fábricas e despedimentos na indústria automóvel, mais de 8.000 crianças estão expostas ao chumbo há mais de um ano, após a decisão dos serviços do governador Rick Snyder em utilizar o rio local, também poluído com produtos químicos, para a rede de distribuição.

A exposição ao chumbo é muito prejudicial para o ser humano e pode comprometer de forma irreversível a saúde e o desenvolvimento cerebral das crianças.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG