Saúde do papa emérito Bento XVI é "extremamente frágil"

Depois de visitar o irmão doente na Alemanha, Bento XVI, 93 anos, está com a saúde muito debilitada, de acordo com o autor da sua biografia.

O ex-papa Bento XVI ficou gravemente doente depois de visitar o seu irmão que esteva internado na Alemanha em junho e a sua condição é "extremamente frágil", segundo uma reportagem da edição de segunda-feira do jornal alemão Passauer Neue Presse.

Bento XVI, 93 anos, sofre de erisipela no rosto, um vírus que causa uma erupção facial e dor intensa, informou o jornal, citando o biógrafo do ex-papa Peter Seewald.

"Segundo Seewald, a saúde do papa emérito agora é extremamente frágil", diz o jornal. "O seu pensamento e a sua memória são rápidos, mas a voz é dificilmente audível no momento."

Seewald terá visitado Bento XVI em Roma no sábado para apresentar a sua biografia.

"Na reunião, o papa emérito, apesar da sua doença, estava otimista e declarou que, se a sua força aumentasse novamente, possivelmente pegava na caneta novamente", afirmou ao jornal.

Bento XVI visitou o irmão doente Georg na Alemanha em junho, sendo a sua primeira viagem para fora da Itália desde a sua demissão em 2013.

Georg Ratzinger morreu apenas duas semanas depois, aos 96 anos. Os irmãos eram muito próximos e foram ordenados sacerdotes no mesmo dia.

O ex-pontífice, cujo nome original é Joseph Ratzinger, agora vive num pequeno antigo mosteiro dentro do Vaticano.

Ficou longe dos olhos do público desde que se tornou o primeiro papa em 600 anos a demitir-se, citando motivos de saúde.

Tradicionalista da Igreja Católica, foi substituído pelo reformista Papa Francisco.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG