Salvini, de ministro a demolidor de casas da máfia

Ministro do Interior italiano prometeu guerra à máfia e está a cumprir. Esta segunda-feira começou a destruir algumas das moradias luxuosas do Clã Casamonica, em Roma

De capacete branco, Salvini, que lidera a festa da Liga, entrou logo pela manhã numa retroescavadora e começou a demolir uma luxuosa moradia em Roma construída ilegalmente pelo clã mafioso mais famoso da cidade, o da família de Casamonica.

O ministro do Interior começou por destruir um pedaço do telhado mas depois entregou o comando das operações ao Exército italiano, que ficou de terminar o trabalho. Segundo Salvini afirmou à agência Reuters, a moradia será convertida num parque infantil.

Na semana passada, outras oito casas pertencentes ao clã da família de Casamonica foram confiscadas pelo governo. Aos jornalistas Salvini prometeu que vai continuar a perseguir criminosos "bairro a bairro, rua a rua, vila a vila e loja por loja".

Em julho, 33 integrantes deste clã - envolvido em burlas, extorsão e tráfico de drogas - foram presos após buscas em propriedades luxuosas. Salvini prometeu assumir uma linha dura contra o crime organizado e a imigração irregular desde que assumiu o ministério em junho. E tem protestado contra os campos de ciganos que têm proliferado à volta da cidade nos últimos anos, prometendo destruí-los.

Conhecido e tratado como "o capitão" pelo seu partido, Salvini postou no Twitter um vídeo dele a bordo do escavador que dizia: "O capitão ativa a escavadora!"

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG