Roula Khalaf é a primeira mulher a dirigir o Financial Times

A jornalista vai suceder a Lionel Barber, o diretor do jornal britânico nos últimos 14 anos.

A jornalista Roula Khalaf será a partir de 2020 a primeira mulher a dirigir o jornal financeiro britânico Financial Times (FT) em mais de 130 anos de história deste diário.

Em comunicado, o jornal indicou que Roula Khalaf, "número dois" da redação desde 2016, sucede a Lionel Barber, que deixa o cargo que ocupou durante 14 anos.

Barber afirmou na rede social Twitter que cessa funções no início de 2020.

"É uma grande honra ser nomeada diretora do FT, a melhor organização de notícias do mundo", afirmou a jornalista, nascida no Líbano.

Khalaf chefiou a atualidade internacional do jornal, liderou uma rede de mais de 100 correspondentes e trabalhou no Médio Oriente durante a chamada "Primavera Árabe".

O presidente do grupo japonês Nikkei, que detém o jornal desde 2015, Tsuneo Kita, afirmou que Roula Khalaf provou ao longo de 24 anos no jornal a sua "integridade e determinação" e tem a sua confiança para continuar a missão do Financial Times, que é "garantir um jornalismo de qualidade, sem medo e sem complacência".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG