Rinoceronte morto a tiro em jardim zoológico francês

Chifre foi removido do animal num "ato extremo de violência", segundo o diretor do parque

Um rinoceronte branco de quatro anos, chamado Vince, foi morto num jardim zoológico francês. O crime terá sido obra de caçadores ilegais, dado que um dos chifres do animal foi serrado e roubado.

Os tratadores encontraram o animal morto na manhã desta terça-feira. Foi assassinado com um tiro na cabeça e, de seguida, um dos chifres foi removido com uma serra. Os criminosos fugiram antes de conseguirem levar o outro chifre, o que indica que terão estado na iminência de ser apanhados ou o equipamento que usavam falhou, escreve o The Guardian, que cita as autoridades francesas.

As autoridades responsáveis referem ainda que este deverá ser o primeiro crime deste estilo na Europa.

Os criminosos entraram pelas traseiras do zoo, perto de onde estava o rinoceronte Vince. Conseguiram passar por duas portas trancadas para entrarem no espaço onde estavam os três rinocerontes brancos.

"É possível que [os caçadores] não tenham tido tempo para os outros rinocerontes", refere um porta-voz da polícia local.

Vince estava no zoo de Thoiry, a oeste de Paris, acompanhado por Gracie, de 37 anos, e Bruno, de cinco, que "escaparam ao massacre", de acordo com o zoo na sua página de Facebook,

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG