Recontagem que custou três milhões a Trump rende mais 132 votos a Biden

Presidente perdeu no Wisconsin, que vale dez votos no Colégio Eleitoral, por mais de 20 mil votos.

A recontagem dos votos no condado de Milwaukee, no estado do Wisconsin, que foi pedida e paga pela campanha do presidente norte-americano, Donald Trump, terminou com um ganho de mais 132 votos a favor de Joe Biden. Mais um revés para o republicano, que continua sem admitir a derrota para o democrata.

Trump pagou três milhões de dólares pela recontagem de votos em dois condados do Wisconsin, o de Milwaukee, o maior, e o de Dane. O primeiro divulgou os resultados na sexta-feira, devendo o segundo fazê-lo este domingo.

No condado de Milwaukee, a recontagem dos 460 mil votos terminou com Biden a ganhar mais 257 votos e Trump a ganhar 125, num ganho de 132 a favor do democrata.

Trump perdeu o Wisconsin, que vale dez votos no Colégio Eleitoral, por mais de 20 mil votos. A sua campanha ainda tem previsto tentar travar a certificação dos resultados neste estado, mas o prazo está apertado. Esta certificação deverá ocorrer na terça-feira.

"A recontagem demonstra aquilo que já sabíamos: que as eleições no condenado de Milwaukee são justas, transparentes, certas e seguras", disse o responsável, George Christenson.

Biden venceu as presidenciais de 3 de novembro ao conquistar 306 votos no Colégio Eleitoral, frente a 232 de Trump. No voto popular, o democrata conquistou mais de 80 milhões de votos, mais seis milhões de Trump.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG