Rainha precisa de 431 milhões de euros para fazer obras no Palácio

O orçamento destinado à família real vai aumentar nos próximos dez anos para financiar as obras

O Palácio de Buckingahm, em Londres, está a precisar de obras urgentes de reabilitação. E o orçamento está feito: 369 milhões de libras, qualquer coisa como 431 milhões de euros. Por isso, o Governo vai aumentar o orçamento destinado anualmente à rainha, de forma a que as obras possam ser realizadas.

Os trabalhos de reabilitação serão realizadas nos próximos 10 anos, de forma faseada, e ao longo desse período, a subvenção estatal atribuída à monarca levará um aumento.

Com uma construção inicial datada de 1703 e uma ampliação do século XIX, o palácio é a residência oficial da rainha, além do local onde recebe convidados oficiais e mantém as audiências semanais com o primeiro-ministro. Recebe anualmente cerca de 15 milhões de turistas e quase 100 mil convidados.

Tem, segundo a BBC, 775 salas, 52 quartos reais e para convidados, 188 quartos para funcionários, 92 escritórios e 78 casas de banho. Grande o suficiente para que Isabel II lá possa continuar a viver durante as obras, que arrancam em abril do próximo ano.

De acordo com um comunicado do Palácio de Buckingham, as obras são essenciais para "proteger o histórico edifício para as gerações futuras". Desde a década de 1950 que a canalização, os cabos elétricos e o sistema de aquecimento não sofreram intervenções e a infraestrutura do edifício precisa de uma revisão completa e urgente para evitar danos a longo prazo, diz o mesmo documento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG