Rainha Isabel II apanhada a chamar delegação chinesa de "rude"

Gafe da monarca aconteceu pouco depois de o primeiro-ministro britânico ter protagonizado uma semelhante

A rainha Isabel II foi apanhada pelas câmaras a dizer que a delegação chinesa que, em outubro do ano passado, acompanhou o presidente Xi Jinping na visita oficial ao Reino Unido foi "muito rude". Uma gafe que poderá atrapalhar os esforços do Governo britânico para aumentar os laços comercias com aquela potência económica.

A monarca encontrava-se numa festa nos jardins do Buckingham Palace, na terça-feira à tarde, e fez o comentário depois de ter sido apresentada à comandante da Polícia Metropolitana Lucy D'Orsi, a pessoa que foi responsável por tratar da segurança durante a visita do presidente chinês. "Oh. Azar!", comentou Isabel II ao saber deste facto. Depois, a polícia admitiu que aquela situação foi um "teste" e lembrou que, num certo momento, a comitiva abandonou uma reunião e anunciou-lhe que a visita estava terminada. Foi então que a rainha defendeu que "eles foram muito rudes com o embaixador".

O Palácio de Buckingham reagiu à divulgação das imagens afirmando que não comenta as conversas privadas da rainha, mas realçou que a visita foi "extremamente bem sucedida" e que "ambas as partes trabalharam para que esta decorresse sem problemas".

A gafe da rainha aconteceu pouco depois de o primeiro-ministro britânico ter protagonizado uma situação semelhante. David Cameron foi apanhado pelas câmaras a dizer a Isabel II que líderes de "países fantasticamente corruptos", incluindo Nigéria e Afeganistão, irão participar na cimeira anti-corrupção de que será anfitrião amanhã.

Exclusivos