Quinze mortos em ataque na fronteira entre Afeganistão e Paquistão

As vítimas foram cinco soldados paquistaneses e dez rebeldes em confrontos em Mohmand

Cinco soldados paquistaneses e dez rebeldes foram mortos num ataque coordenado durante a noite em vários postos na fronteira com o Afeganistão, informou esta segunda-feira o exército.

Os confrontos ocorreram em Mohmand, um dos distritos tribais no Paquistão que serve de zona tampão entre os dois países, e onde os militares combatem os militantes islâmicos há mais de uma década.

O exército do Paquistão emitiu um comunicado no qual fornece o número de vítimas, mas sem referir qual grupo militante que esteve envolvido.

A contagem não pôde ser verificada imediatamente uma vez que se trata de uma zona remota, à qual é negado o acesso a jornalistas.

O raide surge numa altura de tensão entre os dois países, com Islamabad a culpar Cabul por uma onda recente de ataques, em que rebeldes mataram 130 pessoas em fevereiro.

O Afeganistão, por sua vez, acusa o Paquistão de fomentar a insurgência que assola o país desde que os talibãs foram retirados do poder em 2001.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG