Quer filmar um videoclipe? Avise a polícia antes e deixe a arma em casa

Polícia americana foi alertada para um incidente: duas pessoas apontavam uma arma a uma terceira pessoa, de mãos atadas, junto a um carro de alta cilindrada. Só que a história não era bem real... tirando a arma.

A esquadra de San Dimas, na Califórnia, recebeu uma chamada que alertava para um possível sequestro e assalto à mão armada, na Highway 39, nas montanhas de San Gabriel, naquele estado americano, de acordo com o Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles. Quem telefonou disse à polícia ter visto duas pessoas a apontarem uma arma a uma terceira pessoa, de mãos atadas, junto a um BMW sedan preto, adiantou o jornal New York Times.

Pode parecer a cena de um filme - afinal, estamos a menos de 60 kms de Hollywood -, mas os agentes de San Dimas levaram a sério o telefonema: o sargento Michael McGrattan, do Departamento do Xerife, revelou que, "normalmente, numa situação como esta, enviamos vários agentes". "De facto, trata-se de um local remoto nas montanhas. E lá nas montanhas, na verdade, de vez em quando temos corpos abandonados, já tivemos tiroteios e assassinatos."

Segundo a polícia, que publicou um post no Facebook sobre o caso, os agentes conduziram uma operação de perseguição de "elevado risco", obrigando à imobilização do BMW, onde seguiam três homens: a presumível vítima e os alegados suspeitos.

De facto, continua a parecer um filme, mas já sabemos que a polícia levou a história a sério. E só parece um filme porque vemos muito cinema americano. Só que a história teve uma reviravolta, digna de um qual filme de série B: detidos os três homens, questionados em separado pelos agentes, a polícia chegou à conclusão de que se tratava da gravação de um videoclipe - em que só a arma era verdadeira.

Conhecidos os factos, o Departamento do Xerife de Los Angeles preferiu lançar um alerta a potenciais candidatos a realizador de filmes ou telediscos sobre más ideias que possam ter.

"Se vais filmar o teu videoclipe nas montanhas durante este fim de semana, não faças o seguinte:
Fingir sequestrar alguém e usar fita-cola na vítima;
A vítima fingir libertar-se e escapar da mala;
Ter uma pá;
Usar uma arma."

De facto, é capaz de ser má ideia simular um sequestro e um assalto, como fizeram os três homens, cujas identidades não foram reveladas - e assim não podemos, pelo menos, avaliar a qualidade da música. E ainda pior é se a arma que usarem não for a (essa sim) fingir: um dos indivíduos foi preso por porte de arma ilegal.

Ou como escreveu a polícia de Los Angeles, no seu post, tenham isto em mente: "Reservem um lugar para filmar o videoclipe! Ou talvez avisar a polícia primeiro?!" E ensaiar um argumento um pouco mais original, mesmo para uma curta-metragem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG