Professora detida por envolvimento sexual com aluno adolescente nos EUA

Os pais fizeram queixa à polícia quando encontraram fotos comprometedoras no telemóvel do filho

Uma professora norte-americana de 22 anos foi detida na quarta-feira por ter tido sexo com um aluno menor. Hunter Day, que ensinava ciências na escola secundária de Yukon, em Oklahoma, era casada com o professor de educação física da mesma instituição.

A investigação começou depois de os pais da criança terem feito queixa às autoridades, após terem encontrado mensagens e fotos explícitas trocadas entre os dois, refere o canal televisivo norte-americano KWTV.

No dia em que Day foi detida, os dois tinham planeado encontrar-se na sua casa, antes do regresso do marido. A polícia enviou uma mensagem de texto do telemóvel do aluno, à qual ela respondeu "A porta está destrancada, como sempre".

O chefe do departamento da Canadian County Jail afirmou que a mulher se encontrava deitada no chão com velas acesas e as luzes apagadas e tinha vestida uma camisola de Natal com um gato e uns calções de treino curtos. A professora confessou que tinha enviado fotografias em sutiã e cuecas ao aluno e que ele enviou dos seus genitais, adianta KWTV.

A professora foi detida por violação, por contacto sexual com um menor e por posse de pornografia infantil.

A escola afirma, num comunicado publicado no Twitter, que está a trabalhar com as autoridades na investigação. Os administradores da instituição afirmam que não existiam quaisquer sinais de má conduta no processo da professora, que trabalhava na escola há menos de seis meses.

Ainda segundo a televisão KWTV, a fiança de Hunter Day é de 85 mil dólares, o equivalente a 72 mil euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG