Primeiro 'ferry' com migrantes reenviados da Grécia chegou à Turquia

Reenvio do primeiro grupo de migrantes que entraram ilegalmente na Europa é uma das medidas previstas no acordo UE-Turquia

O primeiro 'ferry', com migrantes clandestinos reenviados da Grécia, no âmbito do controverso acordo assinado entre a União Europeia e a Turquia, chegou hoje ao porto turco de Dikili, constataram jornalistas da AFP.

O catamarã Nezli Jale, que tinha partido da ilha grega de Lesbos, atracou em Dikili, no oeste da Turquia, por volta das 09:20 locais (07:20 em Lisboa) com dezenas de passageiros a bordo, muitos oriundos do Paquistão e do Bangladesh.

Centenas de migrantes deverão chegar hoje aos portos turcos de Dikili e Cesme, no âmbito da primeira vaga de reenvio de migrantes.

O reenvio do primeiro grupo de migrantes que entraram ilegalmente na Europa, incluindo os refugiados provenientes da Síria, é uma das medidas previstas no acordo UE-Turquia assinado em 18 de março.

O primeiro grupo é composto por 500 migrantes que estão atualmente em território grego, precisaram na quinta-feira fontes comunitárias citadas pela agência noticiosa France-Presse.

Em 2015, cerca de um milhão de pessoas atravessou o mar Egeu em direção à Grécia, mas segundo as autoridades gregas e após a entrada em vigor do acordo UE-Turquia, o fluxo diminuiu de forma significativa.

Na sequência do encerramento da "rota dos Balcãs" no final de fevereiro, cerca de 50.000 exilados não abrangidos pelo acordo permanecem contudo bloqueados na Grécia.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG