Presidente do Círculo de Empresários de Espanha defende união ibérica

Empresário espanhol é favorável à criação de um novo Estado que una Portugal e Espanha.

"Seria fantástico unir Espanha e Portugal num novo Estado. A Ibéria é uma unidade de mercado e os espanhóis e os portugueses complementam-se", afirmou Javier de Vega Seoane, presidente da associação empresarial espanhola Círculo de Empresários, em entrevista ao El Mundo.

Perante a afirmação, do jornalista do diário de Madrid de que existem "empresários portugueses partidários da união com Espanha", o presidente do think-thank mostra-se de acordo. "Subscrevo se houver um movimento de união de Espanha e Portugal. Já existem projetos unificados, como o mercado ibérico de eletricidade, que gera mais eficiência e melhores preços."

O empresário basco, que pertence ao conselho de administração da Sonae Indústria, entre outros cargos, respondia ao diário sobre a situação na Catalunha. No que respeita às eleições marcadas para 21 de dezembro, não tem dúvidas em declarar que se ganharem os independentistas, Espanha enfrentará "um desastre económico, político, social e de reputação".

Ainda a propósito da crise na Catalunha, Javier Vega de Seoane defende uma mudança na lei magna. "Devemos reformar a Constituição para a Catalunha e para o resto da Espanha. Temos de ser generosos. Seria um erro muito grave dizer que ganhamos a batalha e que temos que esmagar a Catalunha."

Exclusivos