Presidente diz que relação económica com EUA se vai "reconfigurar"

Enrique Peña Nieto afirma que o seu país se rege por uma boa diplomacia e respeito pelos outros, exigindo reciprocidade.

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, defendeu quarta-feira que o futuro da relação económica e comercial com os Estados Unidos, apesar de ser ainda incerto, "vai-se reconfigurar".

Falando dos cenários que o México tem pela frente, durante uma visita a uma fábrica em Monterrey, capital de Nuevo León, apontou que uma das variáveis que se deve colocar de parte é o que vai ocorrer na relação com os Estados Unidos.

"O que sabemos hoje a 100% é que se trata de uma relação que se vai reconfigurar", sustentou.

Peña Nieto afirmou ainda que o México irá negociar, "a seu tempo", o Tratado de Livre Comércio da América do Norte com o Canadá e os Estados Unidos, um acordo que Washington anunciou que pretender rever após a chegada de Donald Trump à Casa Branca a 20 de janeiro.

Para o chefe de Estado mexicano, a revisão do tratado vai ter lugar "porque houve uma mudança da Administração dos Estados Unidos", cuja "política externa está a mudar".

Peña Nieto reiterou que vai defender os interesses do México, sublinhando que o país se rege por uma boa diplomacia e respeito pelos outros, exigindo, por isso, reciprocidade.

"Com esta condição [o México] vai sentar-se à mesa, tal como os seus pares, para reconfigurar os termos da relação com outros países, particularmente com os Estados Unidos", realçou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG