Praga de gafanhotos invade Las Vegas. "Eles não mordem, não picam"

Milhares e milhares destes insetos invadiram a cidade do estado americano do Nevada. Especialistas dizem que a praga deve prolongar-se durante semanas. Ano excecionalmente húmido explica infestação.

Neve, sismos e agora uma praga de dimensões bíblicas de gafanhotos: Las Vegas está a viver um estranho 2019. Milhares e milhares destes insetos invadiram a cidade do estado americano do Nevada e os especialistas dizem que a praga deve prolongar-se durante semanas.

Na Strip, a mais famosa avenida da cidade de todos os excessos, as luzes dos casinos e hotéis funcionam como íman para os gafanhotos.

A reportagem do New York Times deu conta de uma pirâmide, a do resort Luxor, envolvida em gafanhotos, numa associação de imagens com uma idêntica praga que atingiu o Antigo Egito, na Bíblia. O Luxor, recorda o jornal americano, tem uma poderosa coluna de luz, a Sky Beam, que pode ser vista por pilotos de aviões em Los Angeles, mas também é uma fonte apelativa para estes insetos.

Segundo Jeff Lockwood, professor de ciências naturais e humanidades da Universidade de Wyoming, citado pelo NY Times, que escreveu extensamente sobre gafanhotos, disse que a infestação não é motivo para alarme. "Provavelmente podemos culpar o Livro do Êxodo", disse, referindo-se ao episódio bíblico. "Eu acho que este tipo de semente plantada na cultura e na mentalidade ocidentais sobre estes surtos são um pouco sombrios e perigosos."

Os especialistas explicam que não há motivos para imaginar um qualquer apocalipse bíblico, com a invasão destes gafanhotos de asas pálidas. "Eles não mordem, não picam. As pessoas não gostam deles, mas isso é compreensível", apontou Jeff Knight, ouvido também pelo NY Times. Os insetos são atraídos pelas luzes ultravioletas, segundo a CNN.

Não se trata pois do fim do mundo. O ano excecionalmente húmido que Las Vegas tem vivido - a cidade superou mesmo a sua média anual de precipitação - explica a chegada destes insetos, que pertencem a uma espécie comum da família Acrididae, nativa dos desertos do oeste da América do Norte.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG