Anunciada conquista da cidade de Tal Afar ao grupo Estado Islâmico

Em comunicado oficial, Haidar al Abadi, anunciou que as tropas iraquianas "eliminaram e arrasaram os terroristas do Daesh"

O primeiro-ministro iraquiano, Haidar al Abadi, anunciou esta quinta-feira que a cidade de Tal Afar, no norte do país, foi libertada do controlo do Estado Islâmico, após doze dias de combates contra o grupo terrorista.

"Informo que Tal Afar seguiu o mesmo caminho da cidade de Mossul, já libertada, e voltou a ser terra da pátria", anunciou Al Abadi num comunicado oficial.

Al Abadi acrescentou que as tropas iraquianas "eliminaram e arrasaram os terroristas do Daesh [acrónimo em árabe para Estado Islâmico]" no distrito de Al Ayadia, a cerca de 10 quilómetros a noroeste de Tal Afar, para onde os jihadistas tinham fugido na semana passada.

O primeiro-ministro esclareceu que, com a libertação de Tal Afar, toda a província de Nineveh - a primeira área capturada por militantes do EI em 2014 - está nas mãos de tropas governamentais.

A comarca de Tal Afar, onde vivem cerca de 50.000 pessoas, era o último bastião do EI na província de Nineveh.

Mossul, a capital dessa região, foi libertada numa ofensiva que terminou no passado mês de julho.

O EI ainda controla a cidade de Hawija (norte do país, na província de Kirkuk), bem como outras localidades na zona oeste do Iraque, já perto da Síria.

Al Abadi garantiu que as forças iraquianas - que apelidou de "heróis" - "acabaram com os terroristas" e "não lhes permitindo escapar", numa alusão às críticas que tinha feito ao governo sírio e ao grupo libanês Hezbollah por causa do acordo para permitir a fuga de combatentes do EI para o Leste da Síria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG