Placa cirúrgica no estômago de um crocodilo pode pertencer a pessoa desaparecida

Dispositivo ortopédico foi descoberto dentro de um crocodilo de 4,7 metros que morreu há cerca de um mês no centro de Queensland, na Austrália.

Uma placa ortopédica encontrado no estômago de um crocodilo em Queensland, na Austrália, poderá fornecer pistas sobre o paradeiro de uma pessoa desaparecida.

A placa, de 10 centímetros e com seis parafusos de aço inoxidável, estava no interior de um crocodilo de 4,7 metros, que morreu há cerca de um mês depois de uma luta com outro grande crocodilo na Koorana Crocodile Farm, uma quinta para crocodilos.

A placa foi descoberta por trabalhadores que cortaram o intestino do animal para apurar a causa da morte, terá sido fabricada na Suíça e corresponde a "um modelo bastante antigo", disse o gestor da quinta, John Lever. "Poderá ter sido utilizada num animal de estimação ou numa cirurgia humana, não sabemos. Pode estar no estômago do crocodilo há 45 ou 50 anos", acrescentou, em declarações à Australian Associated Press.

Lever acredita que a placa pertença mesmo a um humano. "Esse seria o nosso desejo - se pudermos ajudar a resolver um caso. Se pudéssemos fazer descansar algumas cabeças seria muito bom", frisou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG