Petição sugere Nobel de Paz para ilhas gregas que receberam refugiados

Cerca de 800 mil pessoas terão passado por estas ilhas

Uma petição criada na plataforma Avaaz e que até às 15h00 de hoje já tinha recolhido mais de 217.000 assinaturas está a sugerir que o próximo prémio Nobel da Paz seja atribuído às populações das ilhas gregas pela sua contribuição na ajuda à crise dos refugiados.

"As populações das ilhas gregas do Mar Egeu (e muitas organizações com fins não-lucrativos de todo o mundo e os gregos na diáspora) fizeram e continuam a fazer todo o possível para ajudar os refugiados sírios e dar-lhes o conforto possível, embora eles próprios tenham pouco para oferecer e apesar de estarem submetidos há muitos anos a uma grave crise económica", refere a petição, com origem nos Estados Unidos e que pode ser consultada aqui.

O autor da iniciativa argumenta ainda que a população das ilhas gregas que tem ajudado os refugiados à chegada da perigosa travessia do Mar Egeu tem demonstrado "um exemplo de amor ao próximo, de entrega e respeito por pessoas que lhes são completamente estranhas", com um "contributo muito significativo para a paz e estabilidade no mundo".

A petição sugere que o Nobel da Paz seja entregue aos habitantes de Lesbos, Chios, Kos e outras ilhas por onde terão transitado em 2015 cerca de 800 mil pessoas, na larga maioria provenientes das regiões de conflito no Médio Oriente, Ásia e África.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG