Perseguição de lancha em alto mar acaba com narcotraficantes a resgatar polícias

Três agentes da Guardia Civil espanhola caíram à água durante operação que teve final insólito

Uma perseguição da Guardia Civil espanhola a um barco de narcotraficantes, na costa de Mijas (ao largo de Málaga), teve esta sexta-feira um desfecho inesperado. Após um acidente entre as duas lanchas, os narcotraficantes perseguidos acabaram a resgatar três dos guardas que caíram à água, relata o jornal El Español.

O incidente insólito ocorreu ao final da manhã desta sexta-feira, numa operação policial que envolveu embarcações do Serviço Marítimo Provincial de Ceuta e um helicóptero da Unidade Aérea de Málaga. Durante a operção, o barco dos traficantes e um dos barcos da força policial colidiram, fazendo com que os três agentes a bordo fossem precipitados para a água.

A embarcação policial ficou a girar sobre si mesma, pondo em risco a vida dos agentes na água. Então, os traficantes foram encurralados pelo helicóptero que acompanhava a operação e foi-lhes exigido por megafone que resgatassem os três agentes caídos à água, que saíram assim ilesos do acidente.

Caso contrário, os narcotraficantes poderiam incorrer no crime de homicídio imprudente e omissão de socorro, refere o El Español.

Os quatro narcotraficantes que seguiam na lancha foram presos e acusados ​​do crime de tráfico de drogas. Cerca de 80 pacotes de haxixe foram resgatados do mar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG