Pelo menos 52 mortos em incêndio de autocarro

Apenas três pessoas sobreviveram

Pelo menos 52 pessoas morreram hoje no incêndio do autocarro em que viajavam, no noroeste do Cazaquistão, anunciaram as autoridades cazaques.

Cinco pessoas sobreviveram, disse aos meios de comunicação locais um porta-voz do Ministério para as Situações de Emergência cazaque Ruslan Imankulov.

Em comunicado, o Ministério informou que "a 18 de janeiro, pelas 10:30 (05:30 em Lisboa) um autocarro incendiou-se (...) com 55 passageiros e dois motoristas a bordo. Cinco passageiros receberam assistência médica, e as restantes 52 pessoas morreram".

As autoridades cazaques não precisaram as circunstâncias do acidente, mas indicaram que transportava passageiros do Uzbequistão.

O veículo fazia a ligação entre a cidade russa de Samara, nas margens do rio Volga e próxima da fronteira cazaque, e Chimkent, no sul do Cazaquistão.

O acidente ocorreu na região de Aktobe, principal localidade do noroeste do Cazaquistão, indicou o mesmo comunicado.

Vídeos difundidos pelos meios de comunicação social russos e cazaques, filmados a partir de um camião que seguia o autocarro, mostram o veículo imobilizado e atravessado na estrada, dominado pelas chamas, e pessoas a tentar socorrer os passageiros. Uma outra foto mostra o autocarro totalmente consumido pelo fogo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG