Pedidos de asilo de menores sozinhos quase quadriplicam em 2015

Mais de 88 mil menores não acompanhados requereram asilo na UE durante o ano passado

Em 2015, 88.265 menores não acompanhados requereram asilo na União Europeia (UE), quase o quádruplo dos 23.000 registados em 2014, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

De acordo com os dados do gabinete oficial de estatísticas da UE, a esmagadora maioria dos menores não acompanhados são rapazes (91 por cento) e mais de metade têm idades entre 16 e 17 anos (57%, 50.500 pessoas), enquanto os menores entre os 14 e os 15 anos representaram 29% do total (25.800) e os com menos de 14 anos 13% (11.800).

Cerca de metade (51%) dos requerentes de asilo considerados como menores não acompanhados, em 2015, são oriundos do Afeganistão, seguindo-se a Síria (16%), a Eritreia (6%) e o Iraque (5%).

A Suécia foi o país que registou maior número de pedidos de asilo de menores não acompanhados (35.250, 40% do total), seguindo-se a Alemanha (14.400, 16% do total), a Hungria (8.800, 10%) e a Áustria (8.300, 9%).

Nestes quatro Estados-membros foram apresentados, no ano passado, três quartos (75%) dos pedidos de asilo por parte de menores não acompanhados.

Portugal recebeu 75 pedidos, 25 dos quais de menores oriundos do Mali, 15 do Iraque e 10 da Guiné Conacri.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG