Passageiro que correu atrás do avião pode pagar multa até 45 mil euros

Aconteceu no aeroporto de Barajas, em Madrid. Homem correu na pista atrás do avião que, afinal, não era o dele

Foram trabalhadores do aeroporto de Barajas, em Madrid, os responsáveis por gravar o vídeo que, desde a sexta-feira passada, começou a ser partilhado nas redes sociais: um homem corre com as malas pela pista, atrás de um avião que já está prestes a descolar.

O episódio, que aconteceu apenas porque o indivíduo quebrou várias normas de segurança, deixou indignados os funcionários do aeroporto, numa altura em que a Espanha está com alerta de nível quatro devido à possibilidade de atentados terroristas.

Segundo o El País, o homem, que saltou de uma manga com a bagagem e tentou pedir até boleia a um funcionário do aeroporto para que o levasse de carro até ao aparelho da companhia aérea Ryanair, é da Bolívia e já foi identificado. O voo para o qual corria não era sequer o dele: depois de ter feito o check in e ter passado pelo controlo na porta de embarque, ter-se-á distraído e, a certa altura, julgou que o avião na pista prestes a descolar era o que queria apanhar para as ilhas Canárias.

Dirigiu-se à pista e conseguiu sair do terminal por uma porta de emergência. Só percebeu o engano quando foi abordado por dois funcionários. Mostrou-lhes o cartão de embarque e eles disseram-lhe que o avião para as Canárias ainda não tinha saído, os passageiros estavam naquele momento a tomar os lugares no avião.

O indivíduo terá depois regressado ao terminal e apanhou o voo correto, mas foi identificado pela Guarda Civil espanhola, que recebeu um alerta após a invasão de pista.

Por ter passado legalmente os dispositivos de segurança, não foi detido, mas incorre numa multa até 45 mil euros por ter infringido a lei de segurança aérea.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG