Mulher desaparecida após viajar do Paraguai para se encontrar com namorado espanhol

Mulher de 34 anos pode ter sido vítima de violência doméstica

A Guardia Civil espanhola pediu, esta sexta-feira de manhã, a colaboração das comunidades de várias cidades de Espanha na tentativa de localizar uma mulher de 34 anos que viajou do Paraguai para se encontrar com o namorado. Zuni Adela Báez Mancuello não é vista desde o dia 6 de março. De acordo com o El País, a mulher foi vista pela última vez em Fuentidueña de Tajo.

Segundo informações da Guarda Civil, Zuni Mancuello tem 1,50 metro de altura, pele clara e cabelos castanhos. Quando desapareceu vestia uma camisola escura, calças cinzentas e um casaco comprido. Tinha ainda uma mala amarela e uma bolsa bege.

A mulher viajou do Paraguai para se encontrar com o namorado, de nacionalidade espanhola. As autoridades pediram ajuda a quem quer que a tenha visto nas localidades de Rivas-Vaciamadrid, Perales de Tajuña, Valdelaguna ou Estremera, entre outras, para entrar em contacto com a polícia, através do número 696 92 42 25.

Os agentes que estão a investigar o desaparecimento de Zuni Mancuello já interrogaram o namorado da paraguaia, que não tem nenhuma acusação contra ele nem ficou detido.

Fontes da Guarda Civil confirmaram ao El País que foram encontrados "restos biológicos" da mulher na bagageira do carro do namorado, mas não especificaram que tipo de indícios foram detetados. A hipótese de Mancuello ter sido vítima de violência doméstica não foi descartada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG