Pai da "partícula de Deus" morreu aos 96 anos

Leon Lederman venceu o prémio Nobel da Física em 1988 e era um defensor da educação científica.

Leon Lederman, o físico quântico que descobriu a "partícula de Deus", morreu aos 96 anos, anunciou o Acelerador de Partículas Fermi (Fermilab), de que foi diretor entre 1978 e 1989.

O físico recebeu com dois colegas o Nobel da Física em 1988 pela descoberta, 22 anos antes, que os neutrões, podem ter mais do que uma forma. "Por vezes, em vez de produzir um eletrão, é produzido um muão, mostrando assim a existência de um novo tipo de neutrino, o neutrino muão [hoje sabe-se que existem três tipos: o neutrino do eletrão, o do muão e o do tau]", explica o comunicado do laboratório.

Mas Leon Lederman é certamente mais conhecido por ter apelidado o Busão de Higgs de "a partícula de Deus", no livro de 1993 The God Particle: If the Universe Is the Answer, What Is the Question? (A Partícula de Deus: Se o Universo é a resposta, qual é a pergunta?, em português).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG