Onda em Tenerife faz dois mortos e um desaparecido

Várias pessoas que estavam numa piscina natural foram arrastadas para o mar, de acordo com as autoridades

Duas pessoas morreram e uma está dada como desaparecida depois de terem sido arrastadas por uma onda que atingiu as piscinas naturais do município de Santiago del Teide, na ilha espanhola de Tenerife, informaram esta quinta-feira as autoridades.

Fonte dos serviços de emergência esclareceu que o acidente ocorreu quarta-feira à tarde, quando uma onda maior que o normal arrastou para o mar várias pessoas que se encontravam na zona das piscinas naturais.

As equipas de emergência conseguiram recuperar os corpos de um homem de 35 anos e de uma mulher de 60 anos, enquanto outras duas foram resgatadas com vida.

Uma terceira pessoa, "um jovem", segundo um porta-voz da polícia local, continua a ser procurada pelos serviços de emergência.

"Parece que uma outra pessoa se terá lançado ao mar para tentar ajudar as pessoas que foram arrastadas, mas terá conseguido sair sozinho", refere, em comunicado, o serviço de emergências das Canárias.

A forte agitação marítima, com ondas até quatro metros, em todo o arquipélago tem dificultado os trabalhos dos serviços de emergência.

Tenerife é a maior ilha do arquipélago das Canárias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG