Obama chega de helicóptero para almoço com rainha

O presidente dos Estados Unidos almoçou no castelo de Windsor.

Barack e Michele Obama chegaram de helicóptero ao almoço com a rainha de Inglaterra. O presidente e a primeira-dama norte-americanos estão no Reino Unido para uma visita de três dias e o programa de hoje incluiu um almoço com Isabel II, que ontem celebrou 90 anos, e o marido, o príncipe Filipe.

A rainha recebeu o casal no relvado do castelo, que é a casa da família real britânica há já quase mil anos e é o mais antigo castelo habitado do mundo, localizado a 32 quilómetros de Londres. Depois, os quatro entraram no Range Rover da rainha que o príncipe Filipe conduziu até ao palácio.

"Eu percebo que houve alguma especulação - e alguma controvérsia - sobre o momento da minha visita. E eu confesso: quero desejar a sua majestade um feliz aniversário em pessoa", escreveu Barack Obama num artigo publicado hoje no The Daily Telegraph.

Mas o principal objetivo da visita é manifestar o seu apoio a que o Reino Unido permaneça na União Europeia no referendo de junho.

Nesse mesmo artigo, Obama defendeu que o referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia é de "profundo interesse" para os Estados Unidos e defendeu que a continuação de Londres no bloco "amplia" a sua influência.

"Devo dizer, com a candura de um amigo, que o resultado da vossa decisão sobre esta matéria é de profundo interesse para os Estados Unidos", disse Barack Obama.

"O caminho que escolherem agora terá eco nas perspetivas da atual geração de americanos", afirmou.

Para Obama, que se encontra em Londres para encontros com o primeiro-ministro David Cameron e para um almoço com a Rainha Isabel II, a presença do Reino Unido na UE amplia a sua influência global.

"A UE não modera a influência britânica -- amplia-a. Uma Europa forte não é uma ameaça à liderança global britânica; aumenta a liderança global britânica", escreveu.

"Os Estados Unidos observam como a vossa poderosa voz na Europa garante que a Europa assume uma posição forte no mundo e mantém a UE aberta, voltada para o exterior, e estreitamente ligada aos seus aliados do outro lado do Atlântico", comentou Obama.

O presidente norte-americano reúne-se esta tarde com David Cameron, e em seguida dará uma conferência de imprensa em que se espera que reitere o seu apoio à manutenção britânica na União Europeia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG